29 abril 2007

Carraspana de ancião


A porra era a imagem do meu pai ali a passear-se à minha frente como um andor que o tapava mas lá negociei com o meu querido fantasma que ele me fazia feliz e lá por ter idade para ser meu progenitor isso era apenas uma formalidade impressa em documentos legais.

O seu sorriso maroto luzia como o de um adolescente e nunca me passou pela cabeça emprestar-lhe o meu champô colorante para os brancos que lhe saltavam da barba, tanto mais que nunca houve vez em que o primeiro abraço de encontro e beijo encarchado até às amígdalas acompanhado pelas minhas ancas dançantes na costura do seu fecho éclair tenha dado sinal de picha murcha. É uma por dia e acabou-se a papa doce mas tivesse eu euros como a quantidade de gajos novos que fazem isso e estava milionária.

E depois o vagar com que me despe e me deixa despi-lo sem a disfunção de ejacular logo ali que já se faz tarde e aí estendemos os braços como tentáculos no corpo um do outro como se não soubéssemos de cor onde está o macio das costas ou das nádegas e como numa surpresa de miúdos ele descobre o rebuçado entre as minhas coxas e eu lambareira me apego ao chupa-chupa.

Finalmente pegamos no cinzeiro para se juntar a nós a aparar as cinzas das nossas intermináveis conversas que nem o tempo ainda conseguiu gastar até o João Pestana nos entaramelar a língua e adormecermos anichados como dois anjinhos.

23 comentários:

  1. Os homens já devem descansar um pouco ao ler isto, Mari'Árvem.
    Mas quando li o título pareceu-me que ias falar de Carrazeda de Ansiães :-)

    ResponderEliminar
  2. pedromius@netvisao.pt29/4/07 11:40

    adoro tb acabar assim,bom..mais ou menos..nao fumando mas ao sabor de bebericar um Porto Velhotes..aguardando ou pelo Joaoa Pestana ou por uma ultima fodinha...para acabar em belo um dia que ja vai longo

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito do que escreves, e quando me descreves... A ciência está na maneira de estar e saber sair, para que fique na memória,a paz de um conto destes.

    ResponderEliminar
  4. Quando era nova, sempre apreciei, saboreei e beneficiei da sabedoria sexual dos homens mais velhos ( os quarentinhas). :)

    deve ser por isso que me causam "engulhos" alguns comportamentos de certos homens de camadas mais jovens... :(

    ResponderEliminar
  5. ADENDA

    Quero ressalvar o facto de excluir a hipótese de carraspanas. Sexo para mim, implica sobriedade. :)

    Maria, esta pontinha de "veneno" está muito subtil... qual casquinha de laranja onde um desprevenido escorrega...

    ResponderEliminar
  6. Pois é, Papoila, mas os mais novos têm outro sabor...

    E ser mais velho não significa ser melhor, garanto.

    (os bonecos, São??? já sei, já sei... foram de férias!)

    ResponderEliminar
  7. c&a bom... isso agora tb depende do paladar pessoal. :)

    Mas uma coisa eu sei que aprendi: homem jovem não é sinónimo de sabedoria nem de domínio de boas técnicas sexuais...

    Para mim, sexo é o corpo inteiro. E "carninha fresca" nem sempre é tudo...

    Eu sempre tive tendência para deitar o olho para os quarentinhas... Casei aos 25 com um homem de 43... Presentemente ainda considero os "40 anos" a idade de ouro dos homens... mas, acontece que agora, eu é que sou mais velha que eles... buáaaaa... perdeu a graça.... :(

    Eu sempre preferi os homens de peito peludo e barba dura, mas nada tenho contra quem prefere os meninos... :)

    Viva a diversidade de gostos!!!

    ResponderEliminar
  8. Para mim... vivam os trintas!

    E sem pelos no peito... lol

    E olha que há homens mais novos que sabem muito, mas muito. Não se trata apenas de "carne fresca" como tu dizes, que não é isso que me atrai.

    ResponderEliminar
  9. "... beijo encarchado até às amígdalas... "

    :) Maria, o que é um beijo encarchado??!!!

    Já revi toda a minha colecção e não sei onde encaixá-lo... :)

    ResponderEliminar
  10. c&a
    tirando os artistas e/ou desportistas musculados, não aprecio homens depenados. Mas já massajei corpos rapados que picavam que nem ouriços... francamente não achei piadinha nenhuma...

    ResponderEliminar
  11. rapados???

    não!!!

    sem pelos, naturalmente, pelo menos no peito!

    detesto homens-macaco... lol

    ResponderEliminar
  12. Mas olha que dão jeito para mudar pneus :-)

    ResponderEliminar
  13. Estas miudas São tão esquisitas... Tststststststst ;)

    ResponderEliminar
  14. :)

    Para além de mudarem pneus, o que nos dá muito jeito, os homens peludinhos... hummmm... dão muita electricidade... por fricção... claro! Começamos na mão... trepamos pelo braço acima... etc, etc... Enfim, o percurso das escaladas arrepiantes... :)

    É preciso tirar partido do que a Natureza nos oferece...

    ResponderEliminar
  15. Fricção... pelame... grelito... ui, ui, ui, ui...

    ResponderEliminar
  16. E o que é que haverá no cimo da escalada (já que estamos a falar de pêlos) : um bruto bigode ou uma hirsuta barba ?...

    ResponderEliminar
  17. ihihihiihih hummm... barba com 2 a 3 dias por fazer (ou desfazer).... aprecio a actividade sabedora de queixos que picam... :)

    ah! e a minha língua também sabe bem do que gosta... :)

    ResponderEliminar
  18. Deixa-te de remendos tardios que estavas a falar de escaladas..."começamos na mão...trepamos pelo braço acima...etc...etc..." queres convencer aqui o pessoal que trepas pelas paredes laterais, que gostas mais da mão e do braço que do resto e que depois, o queixo satisfaz...Olha, como o professor Marcelo...tens cinco...mas só pelo esforço...e pela imaginação fértil de incluires o queixo como "utensílio" sexual...é bem verdade que se aprende até morrer...

    ResponderEliminar
  19. SEXO, é O CORPO INTEIRO!

    até poderia enumerar-te OS PRAZERES que um queixo sabedor pode proporcionar no corpo de uma mulher... mas não tos digo... descobre tu!... :)

    ResponderEliminar
  20. Tenho sérias e fundadas dúvidas que os venha a descobrir...tal como as tenho sobre os queixos que dão prazer...talvez a substituirem pilas pequenas...e de queixos nunca se podem esperar ejaculações precoces, e muito menos impotência...que uma queixada bem mandada arromba com tudo...Já agora, queixada pelada ou com pêlo ? E em rata pelada ou pilosa ? Ao menos que dê para aprender alguma coisa, que de queixos deves ser a primeira perita do século XXI...(que falta fazem os bonecos...)

    ResponderEliminar
  21. Para a Senhora Dona São Rosas:
    Posto que apareceu uma pragmática e axiomática opiniáo sobre sexo, estipulando que "SEXO É O CORPO INTEIRO",solicito o que uma vez me ofereceu e que eu posterguei para as calendas, até me sentir em condições de contribuír para a eroticidade do blog. E explico: tenho umas teorias, absolutamente originais, sobre sta matéria de que "SEXO É O CORPO INTEIRO". È de bom tom informar quem manda sobre as intenções deste seu criado: tenho umas teorias de inimaginável lubricidade sobre o desempenho do dedo grande do pé direito em amig+avel conjugação com o mindinho do pé esquerdo, com acompanhamento de ambos os calcanhares (limpos de calosidades, obviamente) e, como cereja no topo do bolo, um excepcional desempenho dos cotovelos numa mélange lúbrica e excêntrica com os escafóides de ambos os punhos...Textos de erotismo sublime, a relembrar o senhor Miller e a sus mais que famosa trilogia "Sexus, Nexus e Plexus" que aqui, no blog, reduziríamos a "calcanhares e cotovelos...nem vê-los!". Pode mandar-me a senha por mail, svpl ? Muito grato, pelo prazer que a todos proporcionarei...

    ResponderEliminar
  22. Tenho uma assinatura no Forum de um site, que diz assim:

    "o corpo do homem é uma fonte inesgotável de prazeres, porque SEXO... é O CORPO INTEIRO."

    O termo "homem" refere-se mesmo ao género masculino. E por aqui termino esta troca de opiniões.

    "APRENDER, APRENDER, APRENDER SEMPRE!!"

    Uma boa noite é o que te desejo.

    ResponderEliminar
  23. Olha, é só para te dizer que dormi com os anjos (o plural é prosápia minha...) ! E de assinaturas, deixa cá ver, a Exame, a Visão, o FT, o resto vou comprar (só para fazer exercício) o Expresso, o Semanário Económico, a NG, a Time o o L´Express, o NYTimes sometimes...E agradeço-te a informação de que o termo "homem" refere-se mesmo ao género masculino..."Fôramos" a ver, se não tivesses dito nada, seria levado a pensar que"homem" era para aí uma gaja qualquer ou um travesti desengonçado...apreciei a ajuda..give me five !

    ResponderEliminar

Uma por dia tira a azia