31 maio 2007

Abster-se, privar-se.



Abster-se exprime a acção sem referi-la ao sentimento que pode acompanhá-la; privar-se supõe apego á coisa e pena de não poder gozar dela. – Fácil é abstermo-nos do que não conhecemos, nem amamos, nem desejamos ou nos é indiferente; porém com dificuldade nos privamos das coisas que conhecemos, nos agradam, de que gozamos ou queremos gozar.
Vemos que a abstinência supõe que podemos gozar duma coisa, mas que por certas razões dela nos abstemos, e assim se entende ser voluntária. A privação é de ordinário forçada, pois temos desgosto e ainda pena de nos vermos privados daquilo que muito desejamos lograr. – Para o que prefere a sua saúde aos prazeres, a abstinência não é na realidade privação; mas para o que prefere os prazeres à sua saúde, a abstinência é também privação.

ROQUETE, J.I., O.F.M. 1885: 5

São Rosas para Junho








Mircea Bezergheanu : Portrait & Nudes

Cena da vida real

- Mamã, o que quer dizer tesão?
Pergunta o meu filho de 7 anos com cara de malandro.
- Onde é que tu ouviste isso? Com essa cara sabes que isso é malcriado e estás armado em sacana. Já te disse que não quero que sejas assim e blá blá blá...há coisas que não se podem dizer junto dos adultos...e blá blá blá e não volta a repetir isso ouviste?
- Mamã está escrito na tua blusa.
GLUP!



Foto: João Espinho aka Nikonman

30 maio 2007

Trovoada


Com uma folha de serviços repleta até mais não de nomes femininos satisfeitos sabia que era bom ou quiçá mesmo, o supra-sumo do milho. Fiava-se nos seus invulgares olhos azuis neste país latino e numa filosofia de alcova dada a todos os embates linguísticos.

Apresentaram-mo numa noite de copos e à vista desarmada se não era tal e qual aqueles que nos fazem cair logo ali e gritar Ai, Jesus!, andava lá muito perto. Com a agravante de conversar com nexo por mais de meia hora. Em resumo, dissesse ele uma só palavra e eu responderia amen, pelo que mal tiniu o convite nos meus ouvidos zarpámos dali que eu não queria danificar o mobiliário exposto e não me pareceu apropriado consumi-lo no local.

Chegados a sítio mais abrigado atirei com a mala e os sapatos para canto como uma miúda aos pulinhos e deparei com a sua roupa toda ainda no mesmo lugar do corpo e o ar circunspecto de um pai que vai ralhar por uma asneira qualquer. Julguei que seria fetichista de sapatos de salto ou maníaco das arrumações mas ele estendeu-me um braço à volta da cintura, sentou-me na borda da cama e segurando-me um ombro com uma mão questionou se eu não me ia apaixonar, pois não?...

Peguei-lhe em ambas as mãozinhas, prensadas entre as minhas e com um sorriso e muitas vénias japonesas sosseguei-o, garantindo-lhe que a minha deixa era portar-me como São Tomé e pespeguei-lhe um beijo técnico antes de me calçar e sair de cena.


Maria Árvore
______________________________
A Maria Árvore merece sempre que a odam:
"A mulher não se quer tão oferecida
Nem depressa ir para a cama ou para Meca...
Nem pode despir logo a tal cueca
Nem no ar de seus olhos ser perdida!

Dá ao homem uma ideia convencida
Que a coisa é bem mais fácil... uma seca,
E em vez de amor será mais uma queca,
Um bom bocado e andar... outra fodida!

Nem homem nem mulher são instrumentos
dum uso imediato... e que não corra!
A vida terá outros condimentos

Que o casal de tão lindo... ora porra!
Ele era um garanhão como jumento
Ela vaca de leite, até de esporra!"

Alcaide

E há quem tenha que vir-se logo atrás:

"Árvore Maria, mulher de fodas incompletas
Ir contigo prá cama? mais vale bater punhetas
Ou porque o gajo é saloio, ou apressado demais
Acabas sempre na nega e em vez de foder, bazais
Maria, bela escritora, de histórias d'encantar
Ainda falta escreveres aquela que te fará esporrar.
Sem querer ser cusco, mas pegando no teu mote
Não serás tu Maria, que vais com sede a mais ao pote?"

Bartolomeu

CISTERNA da Gotinha


A camisa de noite da Mona Solreyondes é bem bonita.

Vídeo: reportagem fotográfica para a revista Maxim de
Lindsay Price.

Festival de
cinema gay.

Que nunca lhes falte tusa!

Recebido por e-mail e merece ser divulgado, que os Ena Pá 2000 São a banda mais próxima do karalhoke da Tuna Meliches, banda sargento (aqui não entram oficiais) da funda São:



1 JUN. MAXIME - LISBOA / 2 JUN. ANANIL - MONTEMOR-O-NOVO

A boa fama da má fama do Cabaret Maxime não fica por mãos alheias: pela primeira vez desde o 28 de Maio, esta mítica sala lisboeta apresenta um espectáculo para maiores de 18 anos: os “famosos” Ena Pá 2000! A noite do escândalo é a sexta-feira - 1 de Junho do annus sanctum (não, não é o cu do Papa!) de 2007.

Os rapazes vão ter que esperar… Este espectáculo só para homens (e mulheres!) de barba dura e de maior idade, vai ter cenas de nu integral, sexo não-simulado, ejaculações peitorais, sado-masoquismo (masoquismo de Setúbal), o inevitável concurso de mamas, e ainda um divertido festival de xôxos – tudo por conta da banda-fetiche que projectou Lello Minsk para o estrelato inter-tuso-planetário! Tudo isto será acompanhado de música da boa, mas cujos títulos – também eles para maiores de 18 – não podem ser aqui reproduzidos. Enfim: são canções inocentes com nomes parecidos com “Quero Copular Contigo”, “Ó Vulva, a Quanto Obrigas”, “Meretriz”, “Omo Sexual”, etc. Sortido fino!

Este grande festim democrata-cristão será também abrilhantado pelo MD Gimba, recém-chegado de Ibiza, de Goa, e de Al Bufeira. Pede-se a todos os interessados que tragam documentos identificativos, pois à porta estará um fiscal do SENIL (Secretariado Nacional de Informações Libidinosas), para confirmar as idades e os... (arrrgh!)... sexos!

Logo após o espectacular evento, esta banda mítica embarcará no seu jactinho particular, com destino ao Moinho de Ananil – Montemor-o-Novo, e aterragem prevista para o Aeroporto Agrícola de Nossa Senhora da Vila da Pouca Roupa. No sábado dia 2 Junho, repetirá o seu magnífico espectáculo, para gáudio da população local!

29 maio 2007

Falcão, és o maior!

por Falcão

...Bêinhe no fundo… é que é bãoe...

Ena murcões e murconas!
Hehehee…Bem. Isto nas minhas bouças está do caralho.
Aqui há atrasado, andava meio fodido, cum filha da puta, por causa desse caralho da camioneta de transporte público, que só queria vir cantar à nossa romaria cum o dinheirinho adiantado.
Bem, cum caralho, caralhos me fodam e refodam. Que vi o caso mal parado!
Era a minha patroa, era os vizinhos, era o caralho mais velho e até a filha do Toino que tem um pito pintelhudo cumo um homem do Norte gosta, me deu sopa duas semanas.
Foda-se, que isto de ser um homem de responsabilidade e mexer em dinheiro que num lhe pertence é fodido
Mas felizmeinte que a coisa se compôs, cum um cheque visado e cum a data cum a bolinha à volta, e que foi depositado no cofre do Banco e enviado um fax cum a cópia do cheque e assinado pelo gerente. Ainda houve assim uma cunversa ao telefone cum os caralhos do escritório mas depois lá acabou por se chegar a acordo, e assim pude finalmente descansar o canastro no meu barraco, abrir um pipo novo de verdasco e encharcar uma boa fatia de broa entre os dentes cum uma rodela de morcela. Ehehehehe… que até rima, caralho! Falcão, és o maior….!
Ah… pensei. – Foda-se que esta vida tem coisas fodidas! Fodidas e bem fodidas, cum caralho. E mal entornei o copo de verdasco bebi outro e fui de mansinho para a porta da minha garage que dá para o pinhal. Espreitei e milagre de Nossa Senhora: a filha do Toino estava estendendo umas pecitas de roupa numa corda de nailon esticada entre dois pinheiros. Bem… Num sei se foi por causa de ter o assunto do arraial resolvido sem ter dado o dinheiro adiantado cumo eles queriam, ou se foi por ver a cachopa abaixar-se para apanhar uma peça do alguidar, mas deu-me de repente uma vontade de pinar…Fui devagar, olhando para trás para confirmar que ninguém estava vendo e fiz-lhe sinal.

Passado um quarto de hora lá estava ela já no meu barraco.

Ena cum filha da grande puta que a cachopa cada vez está melhor. Mas quando deitei a mão ao pito para afastar o matagal, senti um fio agarrado aos dedos.
- O que é isto caralho? Vós quereis ver que o bacalhau agora também toma teias de aranha?-
- Num é nada disso. – respondeu ela. – É algum fiozito da roupa interior que se esfarripou….- e mais num disse que logo de seguida o salpicão entrou de salmoura. E cum filha da puta que cum as saudades de pito que andava, foi um avio a duplicar. Eu, Manuel Falcão, rei das bouças, já bem em cima dos sessenta dei duas quase de seguida. Os ares da Serra fazem um homem rijo, cum catano. E depois a saudade de pito…
Inda me estou é a rir da cara de espanto da cachopa quando lhe falei que isso das teias era uma mitáfera, estava já o pito de porta às escâncaras.
- Mete-a fora?- disse ela cum cara de espanto. – Intão fora porquêan? Isso é baom é tudo dentro, senhor Neno. – que é cumo ela me chama.- Bêinhe no fundo… é que é bãoe…-
E ri-me cumo ó caralho da cachopa ser assim tão simplória, inquanto emborcava mais um caneco de verdasco, pernas esticadas em cima do sofá ainda cum o cheiro dela, satisfeito por num ter perdido mais tempo cum cunversas quando lhe aviei duas sem desenfiar.

E por falar em avios, o dinheirito foi posto a prazo até o dia em que passar para a conta do murcão mas os jurozitos ficam cá para mim. Que isso de mexer no mel sem lamber os dedos faz azia. Ai não que num faz. E depois quem pode levar a mal uma recompensa por baixo da porta depois do que passei cum estes murcões?

Manuel Falcão... És o maior, caralho!

Vai mais um caneco, que o verdasco está fresquito...

Falcão

Vai um Traçadinho?




Gregor Schulz

via Freshnudes

Phallus

A Faloteca islandesa













Outras Coisas

28 maio 2007

O pecado da GULA


A gente olha para um gajo e pensa: que PÃO! Ui, com a fominha que tenho…

Depois passa-nos assim uma coisa pela vista e pronto, lá vêm os males todos em catadupa: o pão tem glúten e às vezes bastam os hidratos de carbono em excesso para começar a desgraça; o leite tem caseína – dizem que mamar é coisa só mesmo para os bezerros; os doces têm açúcar, mas mesmo com edulcorante parece que não resulta porque aquilo que é alternativo faz ainda pior do que quando é ao natural; a carne é louca, o peixe tem mercúrio, os legumes crus têm resíduos agrotóxicos, o churrasco têm benzopirenos, o ovo tem colesterol, a salsicha tem gordura, a fibra enche o intestino, as coberturas são artificiais, a cafeína cria dependência, os aditivos são cancerígenos, os intensificadores de sabor provocam mal estar e palpitações, os conservantes provocam reacções alérgicas, um cachorro quente vem com aquele excesso de ketchup, para não falar nas gorduras saturadas de uma fatia especial de bacon, a meio de uma espetada mista ...

Raios! Nem uma fatiazinha de pão magro?

Qualquer dia estamos assépticas, ingerimos coisas inócuas como iogurtes magros e saladas de alface sem tomates, passamos a vida a fazer caminhadas para perder quilos, a olhar para eles, musculados que nem cavalos, esticadinhos nas flexões, agarrados àqueles troncos provocatórios dos mini-circuitos de manutenção dos parques das cidades. E litros de água... que é para andarmos sempre a fazer aquela triste figura do "desculpas-me uns minutos... é que tenho de ir à casinha!"

É que nem uma bejeca atoladinha de espuma a deixar marcas nos lábios!

E nem a porra de um cigarrito na boca, para não corrermos o risco de exibir em público um objectozinho fálico que dantes era apanágio masculino e que as mulheres tão bem souberam transformar em glamour, quando cruzam a perna e … olham para o PÃO sem lhe poderem tocar antes de lhe conhecerem o conteúdo nutricional…

Puta de vida!

Que mimo de prémio!

Andava eu toda sequinha porque toda a gente recebia um «Thinking Blogger Award» e eu ansiava por um «Fucking Blogger Award» que não existia...
Mas passou a existir, criado pela Maria Árvore (que nunca mais publica um livro - pelo menos - com os textos dela, raios a partam). Vejam lá se não é uma imagem bem mais... bonita que o logotipo dos blogs pensadores:


«Fucking Blogger Award»

Obri'a'a! Obri'a'a! Muito obri'a'a!
Não tinha um discurso preparado. Dedico este prémio a toda a maltinha que por aqui se vem, uns várias vezes seguidas no mesmo dia e outros uma vez ou menos por ano.

CISTERNA da Gotinha



Esta moça passa o tempo à volta da banheira de um lado e do outro e vira de costas e olha de frente e vira de lado mas não se decide a tomar banho: Sinada Jordan.

Portfolio de Peter Jirmann.

Vídeo: Deusa Negra.

Joshua Rubin: Explora a sexualidade e umas coisitas mais "kinky".

27 maio 2007

Caixa alta


No tempo em que as últimas notícias eram espalhadas pelos furinhos de uma fita amarela igual à do telex que usava, tu eras a crónica dos meus dias.

Não precisei que um passarinho me contasse da tua disponibilidade, tal era a obsessão de te pesquisar todos os meandros como se fosses a cacha e me coubesse ser a tua máquina fotográfica, pendurada no teu pescoço e colada ao teu corpinho. Ouvia da tua língua a explicação da escolha dos ângulos para cada fotografia e acabei siderada com o teu alcance quando a tua língua amiga me fez explodir logo nos minutos iniciais da primeira entrevista. Registei os teus depoimentos de boca aberta mais na faixa do meio do meu peito e como se fora uma cassete, no evidente lado A ou na pista alternativa, até à exaustão do nosso assunto.

Não sinto remorsos se me deitar com mais 333 homens que a paginação de cada cicatriz, de cada ruga, são paixão impressa no rosto e a cura dos ciúmes.

Bom Domingo

F3116
É preciso ter Fé!

F3106


crica para visitares a página John & John de d!o

24 maio 2007

Todas as mulheres são putas

"Todas as mulheres são putas, menos a nossa, a nossa mãe, as nossas irmãs... e porventura as mesmas merdas do gajo com quem estamos a falar, se ele as tiver!"
Fernandalho, dos bons tempos de Coimbra, citado pelo


O Nelo ode:

"Éu çei que á uma puta
Há flor da pele de queim é melhér
Quereim Home que lhes coma a fruta
e ai melhéres, queim é que nam quer?

Todus çabemos da veia eim fogo
que nus corre o corpo per drentro
O querer mais do home que fodo
O querer todos os homes nu centro

Nam nos shega çó um home.
Neim a dúzia ou um cento.
Queremos çim ter toda a fome
e todos os homes num çó momento.

E per iço eu Nelo muinto beim çei
Como pença eçe gajedo
Quereim ter o mejmo que eu.
- Ção umas putas! - digu çeim medo..."

Maltratar, tratar mal.


Confundem-se ordinariamente estas duas expressões, mas devem distinguir-se da maneira seguinte.
Maltratar alguém é ofendê-lo, ultrajá-lo, de palavra ou por obras. Tratar mal a um sujeito é o não tratar com politica, urbanidade e consideração que ele merece. – O homem brioso e valente não se deixa jamais maltratar impunemente; o homem de bem e de pundonor não volta mais à casa onde o trataram mal.

ROQUETE, J.I., O.F.M. 1885: 426

Phallus Priapos





Preço: 120.00$

Péchacha

Vendem ao par ou em separado (esquerda ou direita) aqui




















Outras Coisas

23 maio 2007

Na farmácia


Com quarenta anos feitos atormentava-o a perda da virilidade anunciada. Foi a tremer que chegou à farmácia para fazer o novo teste à próstata que, valesse-lhe isso, não se intrometia em territórios nunca antes penetrados.

O sorriso meigo da rapariga que atendia na farmácia encheu-lhe mais os olhos que o bracelete coruscante que ostentava no braço e o atingiu mal deu o primeiro passo naquele espaço. Ela era uma almofada repousante e tal pensamento remeteu-o para a observação detalhada do colo dela e do soutien branco que o tempo primaveril permitia assentar apenas sob a bata. Descobriu uma copa das maiores e mamas, senhores, mamas. Imaginou que as mãos não lhe chegavam para as amparar mas que podia esforçar os dedos em forma de tabuleiro e introduzir o seu fiel amigo entre elas, como o cuco de um relógio.

Sentiu aliviado os evidentes sinais exteriores de riqueza a sul do umbigo e pela primeira vez sentiu-se agradado com a expressão que há de tudo como na farmácia.

(Imagem © Ron English,
Marilyn Tits)

CISTERNA da Gotinha


O tronco do Tim Taylor é uma verdadeira obra de arte! Não acham, meninas?!


É o deboche total e generalizado.



Uma em cada três britânicas fez sexo no escritório - 17 por cento já dormiu com o chefe e 20 por cento dormiria se isto a levasse a uma promoção.

Quem é que a
tem maior?! Será esta?!

crica para visitares a página John & John de d!o

22 maio 2007

Os membros às membranas unidos sempre serão fodidos!

Membros e membranas d'a funda São,

Temos de volta o nosso sistema de comentários. Tudo graças à vossa colaboração . E agora até funciona em exclusivo para o nosso blog.
Dos $250 que o Yariv Habot pediu para fazer este trabalho, já paguei um adiantamento de $100. Vou ter que pagar o remanescente (seja o lá o que for que esta palavra quer dizer, é bonita ). Além disso, o meu fornecedor de espaço web cobrou-me € 60,50 para poder utilizar o Microsoft SQL Server 2000 .

Quem ofereceu donativos (e pagou!):
São Rosas - $ 100 + € 60,50
Bruno - € 10
Anó(r)nimo - € 20
Matahary - € 20
- € 25,00
Gotinha - € 10
Seven - € 10
Mad - € 15
isso agora... - € 10
Charlie - € 12,50
C&A - € 12,34
Contusa - € 20
OrCa - € 15
Nelo - a peida (foi o único que ficou a dever)

Obrigada. Sois os membros e as membranas mai'lindos do mundo dos blogs .
Como diz o Seven, "gostava de conhecer a pessoa que nos consegue cravar a todos só para ter uma caixa de comentários exclusiva... Deves valer a pena ;-)"

Exportação de comentários antigos - Entretanto, Zé (e mais quem queira), podes exportar os comentários antigos, da seguinte forma:
1) acedes à página do BlogExtra;
2) fazes login com o e-mail funda@afundasao.com e a password ze;
3) na área dos membros (hmmm...) tens um item que é "Export Feedback Entries". Aí, tens um link especial para blogs com mais de 3.000 comentários (é o nosso caso);
4) cricando nesse link, acedes a uma página com 18 links para exportação dos comentários em XML;
5) quando estiver feito diz-me para repor a password original.

John Cuneo - um mestre!

John Cuneo tem um traço e uma criatividade que eu adoro.
Comprei o seu pequeno/grande livro «nEuROTIC» com alguns dos desenhos eróticos que ele tem no seu bloco de notas pessoal (e que ele nos mostra no separador «personal» da sua página).
Para que eu pudesse conhecer melhor o seu trabalho, ele indicou-me uma entrevista que lhe fizeram para o «The Comics Reporter».


Só tenho pena que ele não possa aceitar o meu pedido para me vender um dos seus desenhos originais para a minha colecção: "I work for dozens of different publications and sometimes i accept too many jobs, and get myself a bit overwhelmed. Like now. Sorry, but that drawing is done in one of my sketchbooks, which i try to keep intact (i sent it over because of the snake and women theme, which i thought you'd enjoy)".
É este o desenho do John Cuneo que ele achou que estava no espírito da funda São (e eu concordo totalmente):

Snake Angel - John Cuneo

Fecho




JP Rey: galeria fotográfica com conteúdo bastante explícito.

Vibrar com estilo




A marca Lelo (e não Nelo) trabalha no segmento topo de gama dos artefactos eróticos. Autodefine-se como uma mistura de moda, feminilidade, tecnologia e design escandinavo. Todos os objectos foram desenhados a pensar na ergonomia e na adaptação perfeita àqueles lugares especiais...

21 maio 2007

resultado da "chega" do fim de semana


Blowjobs for the boys


Tania Derveaux candidata pelo partido belga NEE ao Senado, publicou fotos suas seminuas para divulgar sua campanha junto aos eleitores. As imagens, que estão no site do partido, foram publicadas num dos principais jornais italianos.Enquanto o partido maioritário, o VLD promete criar 200.000 postos de trabalho, a Tania, caso seja eleita, promete realizar 40.000 "trabalhos de sopro".

P.S.: O nosso primeiro prometeu 150.000.

(furtado aqui)

Nota da editora - apreciem as condições de serviço.

CISTERNA da Gotinha



Bordel australiano oferece desconto para aposentados - sugestão da Fresquinha.

Jamie Hammer num longo e despido portfolio.

Guloseimas (sugestão de Jumento)

Jessica Alba na revista GQ - Junho 2007

Placa em bronze da minha colecção


«Só pensa em sexo»

(bronze)

Tees diferentes

À venda aqui









Outras Coisas