«Post mortem...» - por Rui Felício

O Paulo e a Mónica tinham combinado que aquele que morresse primeiro contactaria o que ficasse vivo para lhe dizer como era a vida depois da morte.
O Paulo morreu e não se esqueceu da promessa. Comunicou com a Mónica e ela perguntou-lhe como é que as coisas eram do lado de lá.
O Paulo contou-lhe:
- De manhã acordo e faço sexo. Depois levanto-me tomo o pequeno almoço e faço sexo. Vou até ao campo de golfe, passeio por lá um bocado e faço sexo. Volto para casa, deito-me para descansar e faço sexo. Passado um bocado, vou passear pela floresta, como qualquer coisa e faço sexo. Admiro a paisagem, deitado sobre a relva, passo pelas brasas e quando volto a acordar faço sexo. À tarde fico em casa, durmo a sesta, faço sexo e saio novamente pelos campos verdejantes. Lancho, aspiro a frescura da erva húmida e faço sexo. Quando volto para casa, deito-me faço sexo e adormeço para retemperar forças e retomar as mesmas actividades no dia seguinte.
- Mas isso é o Paraíso, Paulo!, disse a Mónica entre admirada e invejosa…
- Não direi que é o Paraíso, Mónica. O que aconteceu é que reencarnei e caracterizo-me pela elevada fecundidade. Agora sou um coelho…

Roleta de coelhos em posições sexuais
Relógio de pulso Swatch com mecanismo
Colecção de arte erótica «a funda São»

Rui Felício
Blog Encontro de Gerações
Blog Escrito e Lido

Comentários