Postalinho do pai

"Eu era um menino inocente, mas agora finalmente entendi por que motivo o meu pai andava sempre com um pente no bolso!"
Anónimo que descobriu a pólvora, via José Carlos Igreja