Eva portuguesa - «Procuro-te»

O meu corpo procura o teu, enquanto o verão pinta de azul o céu e o mar é devassado pelas estrelas. 
O meu corpo procura o teu, antes que a morte se aproxime. Nas ruas, na cama, com amor, com ódio, ao sol, à chuva, de noite, de dia, triste, alegre. 
Procuro-te.

Eva
blog Eva portuguesa - porque o prazer não é pecado

Comentários