#ballscratching - Ruim

Para quem não os tem, coçar os tomates pode ser estranho. Não no sentido figurativo da coisa, mas sim uma boa coçadela à antiga nos ditos cujos. São dois ou três movimentos apenas. Quando te fazem uma pergunta e ficas a pensar na resposta. Quando estás a ler uma notícia interessante no jornal. A escolher roupa. A olhar para o frigorífico a ver o que há para comer. Quase como se lhes tivessemos a pedir opinião naquele momento, como se os tomates fizessem parte na tomada de decisão. Não tem nada a ver em coçar a senaita, ok? Gaja que coce a senaita, é porque tem comichão na mesma. Nunca vi uma gaja indecisa entre dois tops na Mango e vai de coçar a sisse para ganhar clareza.
Não é a mesma coisa. E para lá de coçar os tomates a ler isto, ó javardolas.

Ruim
no facebook

Comentários