23 novembro 2017

«Beijo gay» - Porta dos Fundos

Flores lindas azuis

Lote de 2 almofadas com padrão de flores azuis, que são pénis em diversos estados.
Mais um contributo para a «sexão» têxtil da minha colecção.






A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 1.900 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

«Amador, o masoquista» - Adão Iturrusgarai


22 novembro 2017

Mãos

Vi as tuas mãos ontem e são demais. Eu dou muita importância a mãos e pés. Não precisam de estar pintadas, basta serem lindas e as tuas são.

Tive pena de não me teres atendido... senti que me querias falar, que me querias excitar ao telefone.

Dizes que sabes muita coisa sobre sexo... temos que descobrir isso TUDO!
Hoje vou ter de bater uma a pensar em ti mas... em que cenário, que situação?
Masturba-te esta noite a pensar em mim e conta-me depois qual foi o teu cenário.
Foda-se, já me doem os tomates outra vez e só me apetece imaginar-te ajoelhada a fazeres-me um broche ou a pedir que te enrabe como tanto gostas.

Da criança grande

Postalinho de Coimbra

"Coimbra tem mais encanto!
Demonstração de dança no parque da canção, na margem esquerda do Mondego, junto à ponte de Santa Clara."
João C. M. F.-se


Seria o fim do mundo


21 novembro 2017

«Cotovias» - Susana Duarte

confundo sempre a chegada das flores
com a miragem do regresso, embora saiba
com exactidão onde residem as memórias.

confundo a chegada das flores com os dias
das imagens interditas-entre ditos-entre dentes
do desejo e das auroras desfolhadas.

mas não sei onde nascem as corolas,
nem onde se movem os dias insistentes-demorados
da partida. cantar a chegada das flores

soa, assim, ao canto fantasma das cotovias,
demoradas elas mesmas nos espaços abertos
das almas amanhecidas nas vertentes solares

das procuras e das almejadas marés azuis
onde, dantes,moravam os ombros

e os corpos todos da espuma e do ar sobrevoado
por entre os interstícios das peles.

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook

Betty Tompkins





Artes

Há momentos musicais que me arrancam arrepios quase tão grandes como quando alguém me beija o corpo como se me beijasse a alma.

Sharkinho
@sharkinho no Twitter

Lembranças de férias

Desenho original de Ito Ittosan a lápis de cores e pastel Caran D´Ache.
Junta-se a outros desenhos originais, geniais, deste artista francês e amigo, na minha colecção.




A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 1.900 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

20 novembro 2017

Esmagar os clichês

"Nunca dissemos que seria fácil"

Postalinho da... Hyundai

"Vou ver se me dão..."
A. Vicentezão


«Sobre eu NÃO gostar de transar com mulheres!» - Cláudia de Marchi

Há algum tempo um cliente me disse que "toda mulher é naturalmente bissexual", frente a um assunto no qual eu dizia que não iria atender casais, pois não sinto atração por mulheres.
Ele me dizia que a esposa adorava transar com mulheres, fosse a mulher que "fosse" (garotas de programa, enfim) e que é "lindo" ver mulheres transando (mesmo que o cidadão mal consiga dar conta de uma mulher fogosa! Talvez por isso goste né?! Tem uma ajudinha. Eu preferia a ajuda de outro, fosse o caso! Ah, mas dai a masculinidade se ofende, ui, ui, ui! Pobre ego frágil do machinho!).
Eu o ouvi quieta, pois sou uma lady. Minha mente, porém, planejava bloquear o celular do indivíduo tão logo saíssemos de onde estávamos haja vista o machismo antiquado e depravado daquelas palavras. Primeiramente ele dizia isso se referindo ao bom e velho sexo oral ("mimimi toda mulher gosta").
Bem, vamos lá: homem não gosta de ser chupado? Gosta né!? E que tal eu sair dizendo que "todo homem é, por natureza, bissexual"? "Quem pode chupar melhor que uma mulher a outra vez que conhece o seu corpo!?", é outro argumento. Então: quem pode chupar melhor você do que outro homem, benzinho?! Outro macho que sabe do que você gosta, afinal é do seu gênero e "etc. mimimi"! Pelamor, né?!
Tem mulher bi, tem mulher homo e tem mulher que só gosta de p****! Que não sente prazer intenso sem ser com penetração em alguma das suas 3 cavidades "utilizáveis"! Simples! Sexualidade não se impõe ou se define, predileções também não! Tem homem que transa com travesti e está pouco ligando para o membro que está ali!
Eu, por outro lado, não gostaria de saber que quem está me acarinhando tem peito siliconado, celulite e é "rachada"! Que coisa chata esses preconceitos seletivos! Tudo em torno do que? Do macho! Macho inventou que é bonito duas mulheres transando, macho acha excitante e agora quer persuadir o mundo de que toda mulher deve gostar do carinho de outra! Ah, volte 1 milhão de casas e recupere a lógica! (Argumentos acima devem ser relidos 30 vezes).

Simone Steffani - acompanhante de alto luxo!

«Cozinhar» - Rubros Versos


Tiago Silva

19 novembro 2017

«pensamentos catatónicos (344)» - bagaço amarelo

Às vezes ela respira e ele morre. Não sabe muito bem quantas, mas tem-no feito várias vezes por dia. Morrer. E ela, que não percebe sequer que o mata, continua cruelmente a respirar como se não fosse nada. O Amor é tramado, pensa ele. E morre mais uma vez.
Acontece mais ou menos ou mesmo quando ela fala. Seja o que for que diga, provoca nele uma tempestade. Inundam-se-lhe os olhos e o sangue corre-lhe nas veias com uma forte correnteza. E ela, que não percebe nada de meteorologia masculina, continua irresponsavelmente a falar como se não fosse nada.
As mulheres não percebem nada de homens apaixonados. Se percebessem, não respiravam nem falavam, a não ser na sua direcção. É por isso que quando um Amor se aproxima devagar, eles morrem várias vezes até renascerem de novo, de uma só vez e compensando todas as vezes que partiram.
Ou não.


bagaço amarelo
Blog «Não compreendo as mulheres»

Leonor pela verdura


Eça é que é Eça


De todas as perversões sexuais, a castidade é a mais perigosa.

Patife
@FF_Patife no Twitter

18 novembro 2017

«a última sílaba, do último poema» - Susana Duarte

não serás mais do que a última sílaba,
do último poema
que em mim escreveste,

língua de fogo sobre a pele,
língua com que descobriste o oculto
que, sob a pele, se movimenta,

sangue líquido do desejo,

ave líquida

transformada em mão lenta
sobre o corpo,
onde a última sílaba do poema
é a manhã reencontrada,

a vida solta que extingue as lágrimas:

poema reescrito
na pele.

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook

Flores lindas cor de laranja

Saco com padrão de flores cor de laranja e vermelhas, que são pénis em diversos estados.
Um mimo a juntar-se à «sexão» têxtil da minha colecção.


A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 1.900 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

Um sábado qualquer... - «Deus engessado»



Um sábado qualquer...

17 novembro 2017

Postalinho das urgências

"Oportunidade única! Em Aveiro."
Lourenço M.



Turi - «Mal da cabeça»

TURI - TESTACCIA MALATA - MUSIC VIDEO from MADE ON VFX on Vimeo.
Turi «

«Mulher d'Areia» - Mário Lima


No país de Rá deus do sol
Poema em música cantado
Dorme a cotovia e o rouxinol
E ela nos braços do seu amado

Belo rosto no peito deitado
Olhos semicerrados, lábio tremente
No antigo Egipto sob uma palmeira

Sarcófago com hieróglifos estudado
Palavra doce, palavra quente
Dita e sentida p'la mulher d'areia

Tanto trabalho e tanto doutor
E a palavra era simplesmente... Amor!

Mário Lima
Blog O sonhador

#mãesaseremmães - Ruim

Algures nos anos 90
- "Mãe, a minha camisola azul da O'Neill?"
- "Está no sítio do costume!"
- "Mãe..."
- "O que foi?"
- "Onde é o sítio do costume?"
- "Onde eu arrumo toda a tua roupa depois de passada a ferro."
- "Mãe..."
- "O QUE FOI?"
- "Não encontro a camisola."
- "Tem de estar aí. Procura melhor!"
- "Mãe..."
- "EPÁ, O QUE É???"
- "Não está aqui a camisola!"
*entra esbaforida no quarto, mete uma mão no guarda-roupa e tira a camisola sem olhar*
- "Mãe..."
- "..."
- "Juro que isso não estava aí quando meti a mão..."
- "Foi o que o teu pai disse depois de eu engravidar..."
- "Han?"
- "Nada..."

Ruim
no facebook

16 novembro 2017

«Domingo» - Porta dos Fundos

Desabafos

Estou com um tesão enorme. Não é fácil ficar sem ela pois, como te contei, já há algum tempo que não brinco assim e...
Hoje mal cheguei a casa tive de bater uma a pensar em. Ti!
Coisas minhas, não é?

Desabafos de uma criança grande
Pink Poison


___________________________
Nota da ediSão - tesão é de ambos os sexos. Mas a palavra é no masculino.

tesão
te.são təˈzɐ̃w̃
nome masculino
1. rijeza, tesura
2. figurado força
3. figurado impetuosidade
4. figurado perseverança
5. vulgarismo ereção
6. vulgarismo desejo sexual

«Conselhos praticos á mocidade para evitar as avarias (sexuaes)»

Não, o título desta publicação não tem três gralhas! O título deste livro, do Doutor Eugéne Boureau, é mesmo assim. É de 1913 e foi oferecido por Lourenço Moura para a minha colecção.


A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 1.900 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

«Transplante de pênis» - Adão Iturrusgarai


14 novembro 2017

uma imagem ajuda sempre...

quando as notícia são "confusas" (1) (2)

Raim on Facebook

«no negro dos lábios, a vida» - Susana Duarte

no negro dos lábios, a vida
toda. na boca dos cabelos,
a imensidão das noites.
sem querer, conto as auroras
perdidas de quem sou.

na leitura das linhas, perdida
foi a boca. o que se excede
não é nada. apenas a sombra:
ave sem rectrizes. onda. eu.

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook

Abordagem directa



HenriCartoon

"In Pink We Trust"- Octavio Paz

"O encontro erótico começa com a visão do corpo desejado. Vestido ou nu, o corpo é uma presença. Uma forma que, por um instante, é todas as formas do mundo. Apenas abraçamos essa forma, desejamos  percebê-la como presença e abraçamo-la como uma matéria concreta, palpável, que nos cabe nos braços e que, não obstante, é ilimitada. Ao abraçar a presença, desejamos vê-la e ela mesma deixa de ser presente." 

"La llama doble" - Octavio Paz