30 março 2018

«Tarde de 4 horas de sexo delicioso e algumas elucubrações sobre o ego masculino» - Cláudia de Marchi

Boa tarde pessoas belas!
Hoje passei 4 horas com um cliente adorável, que, por sua vez, não gosta que nossos encontros se tornem relatos.
Ao longo destes quase 10 meses como cortesã de luxo verifico todo tipo de atitudes provenientes do ego oriundas dos homens, impossível, para mim, feminista que sou, não observar certas condutas com certo "susto", para dizer-lhes pouco.
Já vi homens apaixonados querendo abster-se de pagar, logo após me conhecerem, sendo eles casados. Já vi homem apaixonado convencer-se de que nada sentia e passar a agir como quem nunca sentiu nada, pois "como", após o divórcio iminente, ele iria "namorar" uma acompanhante? Ele não conseguiria, por mais especial que fossem os sentimentos e ainda que houvesse correspondência. Já vi clientes ficarem com ciúmes de outros clientes, querendo competir em qual relação sexual eu gozei mais!
Um, no segundo encontro, chegou às raias da loucura e ficava me dizendo: "Safada, diz pra mim que você só fode gostoso desse jeito comigo!". Ignorei, ignorei até que na terceira afirmação saí de cima dele e broxei. Eu gosto de sexo. Do contrário não seria acompanhante de luxo de notória exigência e criticada por aqueles que não passam no meu crivo de sapiosexual e de idade, afinal, não atendo homens com mais de 70 anos e que escrevam ou falem errado. É meu direito e ponto final.
Talvez eu possa fazer sexo de forma diferente quando e se me apaixonar e amar alguém. Não planejo isso, mas nunca digo "nunca". De resto, sendo o homem bom de toque, língua e líbido eu serei a "boa de pegada" (ouvi isso outro dia...Risos...) que me tornei, sim!
Alguns clientes, sobretudo os assíduos, acabam cativando-me, ganhando carinho e atenção especial, porque o convívio leva a isso. E o meu foco é fidelização de clientela, não quantidade. Quero um nicho de clientes, não me esforço para atender o cidadão que economizou meses para vir me ver e que só poderá voltar o ano que vem: privilegio os cultos que podem vir com assiduidade. Dentro do ramo não tenho talento para rotatividade e promiscuidade, assim como nunca tive a vida inteira!
Já lhes contei que tive 8 namorados com quem mantive relações sexuais antes de resolver me tornar acompanhante? Então, eu gosto de sexo com entrega e qualidade, não de coisinha banal, de coisinha cheia de nojinho e de ter 5 homens na minha cama num único dia!
Simples, este é o meu jeito! Não me adéquo á regra da maioria das acompanhantes, mas, quem me conhece profundamente, sabe que eu não me adéquo à nenhuma regra. Sou um ser humano "diferente!", para dizer pouco. Apreciável por quem tem gostos gourmet, gostos bons, gostos caros e Q.I elevado.
Beijos de luz!
P.S.: O cliente que passou a tarde comigo não se ofende ao ler isso, ele sabe minha forma de pensar e que, para mim, só cristais são tão frágeis quanto ego de alguns exemplares do sexo masculino.

Simone Steffani - acompanhante de alto luxo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Uma por dia tira a azia