Mostrar mensagens com a etiqueta Colecção. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Colecção. Mostrar todas as mensagens

27 fevereiro 2024

6 Sex Euros

Imitação de moeda de 2 euros, com um casal a fazer 69 no reverso.
Oferta de Tiago Matias para a minha coleção, comprada numa viagem de trabalho aos E.U.A.




22 fevereiro 2024

Perversão no escritório

Número 6 de um lote de 3 revistas portuguesas de BD para adultos "Banda desenhada erótica".
Edição de 1976.
Mais uma revista de BD na minha coleção.







20 fevereiro 2024

Rabos, mamas e pilas

Camisa de manga curta com muitos cus, mamas e pénis de várias formas, cores e feitios, em tons castanhos e beges em fundo branco.
Mais uma peça na «sexão» têxtil da minha coleção.



17 fevereiro 2024

A Bronca

"A revista mais bera qu´a ferrugem". Revista de humor para adultos. Nº 2, 1977.
Mais uma revista de humor para adultos na minha coleção.





15 fevereiro 2024

Mulher e falo

Paliteiro em estanho, com selo "Noronha 95% estanho". Rodando-o podemos ver uma mulher nua ou um pénis.
Mais uma peça da «sexão» de mecanismos e segredos na minha coleção.





10 fevereiro 2024

Obras completas - lírica

Compilação de poesia de Judith Teixeira.
Martim de Gouveia e Sousa (Edições Esgotadas), Lisboa, 2ª edição, 2019, 248 páginas.
Nesta obra encontram-se reunidos, os poemas de “Decadência”, na sua 6ª edição, “Castelo de Sombras”, na sua 4ª edição e “Núa”, 3ª edição, bem como um conjunto dos seus  Poemas dispersos, de traduções e versões. Natural de Viseu, Judith Teixeira nasceu em 1880 e morreu em 1959. Apesar de ter começado a escrever na adolescência, o seu primeiro livro “Decadência” saiu em fevereiro de 1923, tendo sido apreendido pelo Governo Civil de Lisboa. Em junho do mesmo ano, Judith publicou “Castelo de Sombras” e, a seguir, em dezembro, resolveu editar novamente “Decadência”. Editou e dirigiu a revista “Europa” e publicou o livro “Nua”. Marcelo Caetano escreveu, no jornal “Ordem Nova”, que tinham aparecido nas livrarias uns livros obscenos, apelidando Judith de desavergonhada. Depois de enxovalhada publicamente, ridicularizada, apelidada de lésbica e caricaturada em revistas, defendeu-se e contra atacou na conferência “De Mim”, cujo texto se apressou a editar. Sete meses depois, publicou “Satânia”, enfrentando tudo e todos. Em 1928, publicou o “Poemeto das Sombras” na revista “Terras de Portugal” e, depois disso, totalmente esmagada pela moral vigente, esta poetisa vanguardista viu-se sentenciada de “morte artística” pela mão de José Régio.
Mais um livro de poesia erótica na minha coleção.


08 fevereiro 2024

Jane - Um aventura inesperada

O título é mesmo assim e não "uma aventura...". Revista «O Tico» - colecção de banda desenhada para adultos, Ano I, nº 9. Suplemento do «Jornal do Cuto», 1975.
Mais uma revista de BD na minha coleção.