13 dezembro 2018

«Memórias de Nós» - Áurea Justo

Aprecio o aroma que se solta
Da tua pele morena e me embriaga.
Sorvo-o aos poucos, quando me toca
A alma, na sua intensidade e me consagra.

Deixo que desfolhes cada laço,
Cada fita de cetim solitária,
Deixo que me envolvas no abraço
Com que me sinto solidária.

A revelação do teu corpo másculo,
Inconfundível, na beleza masculina,
Deixa-me hipnotizada pelo membro fantástico,
Engrandecido,pelo desejo da visão feminina.

Espasmos deliciosos percorrem-nos a alma,
Tornando-se repetidos na exigência
Destes momentos únicos sem calma!
Guardarei memórias de cada vivência.

In O Romance De Um Anjo

Áurea Justo
no Facebook


Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia