18 agosto 2017

#passemilionário #87eurosdepasse #sideshowtânia - Ruim

Que eu saiba não estamos nos anos 90, eu não estou de Game Gear nas unhas ou de calças da Resina vestidas. Se assim é, os cabelos compridos nos homens, também não fazem sentido. Nenhum homem que se preze deve andar com elásticos no pulso e nem eu devo ficar mais que cinco segundos para tentar descobrir se estou a galar uma gaja ou um gajo. Anda aí muito gajo com cu de gaja ou pelo menos assim o Tinoco me disse, e é fácil cair neste embuste. "Cu é cu, ó Ruim!" Não. Cu não é cu. Os cus das meninas têm funções diferentes e devem ser alvo de mimo, beijinhos e palmadinhas. O cu de um gajo só deve conhecer a nossa bota ou, numa brincadeira salutar entre amigos, um apalpão ou dois. Não três, isso é estar a pedir festa. Na entrada para o Fertagus estava o Sideshow Bob dos "The Simpsons" ou a Tânia da H&M e tudo isto começou assim. Olho, não olho. Tive de passar o/a Sideshow Tânia para tirar isto a limpo. Quando lhe vi o trombil, fiquei logo mais descansado por ir sair deste comboio ainda heterossexual. É assim que funciona. Entras no Fogueteiro a saber mudar o óleo do carro, galas o cu de um gajo por engano e sais em Entrecampos a cantar as músicas do "La La Land" enquanto danças com um estranho.
Está tudo bem. Eu sabia que era um gajo. Só podia. Com uns copos em cima, não sei não...

Ruim
no facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia