01 julho 2019

Férias sim, filhos não



Quem é que no seu perfeito juízo quer estragar as férias para ser mãe/pai?... Quem é tão irresponsável que programa o nascimento dos filhos para os meses de Julho, Agosto ou Setembro estragando o sempre aguardado prémio que são as férias ou, quanto mais não seja, para ter a oportunidade de mostrar em fotografias que se foi  aqui ou acolá, que se está tão bem na vida que se tem dinheiro para aquele destino caro que todos vão não por ser melhor mas porque é caro?...

Ter filhos nos meses de Verão, de Férias, vai contra todas as normas sociais estabelecidas: se quer estar de férias os médicos e enfermeiras também querem. Mais: toda a gente sabe que os meses anteriores de Primavera, servem justamente para se fazerem as dietas anuais para se conseguir o corpo escultural que se quer exibir na praia e fazer inveja a todos os restantes. São estas pequenas vitórias sobre os outros, o saber que se é melhor nalguma coisa, que derrotámos os outros, que nos faz sentir bem na sociedade contemporânea.

Julgo até que a Assembleia da República devia legislar a proibição de fazer sexo reprodutivo no último trimestre do ano, ou seja nos meses de Outubro, Novembro, Dezembro e em paralelo produzir campanhas de divulgação nas televisões, rádios e WhatsApp para a obrigatoriedade de uso de métodos anticoncepcionais nesses meses do ano sob pena de pesadas multas, maiores do que as de reboque por estacionamento indevido.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia