03 outubro 2019

«O acto de Amor» - Áurea Justo

O teu bafo quente
Acariciou-me a pele,
Atravessou a curva do pescoço lentamente
E embrenhou-se na intimidade dele.

Entrou dentro de mim
Quando beijaste a minha boca,
Nunca me tinha sentido assim,
O sentimento deixou-me louca!

Senti-o roçar de novo
Arfando na curva do meu seio,
Pele de cordeiro, alma de lobo,
Sinto-te comigo e nisso creio.

Os teus longos dedos
Seguiram os seus passos,
Encostados nestes dias ledos,
Unidos na Esperança destes laços.

Numa aventura singular
Cruzaram o monte da minha anca,
Deslizando suavemente no amar,
Idealizaste a minha pele branca.

A união fisica nos consumiu.
Sentimentos brotam em uníssono,
O centro do prazer se abriu,
E nossos corpos, extasiados, abraçaram o sono.

In O Romance De Um Anjo

Áurea Justo
no Facebook


Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia