05 maio 2019

O fundo Baú - 15

O baú que deu início à colecção de
arte erótica «a funda São»




Em 4 de Fevereiro de 2004, partilhei a notícia de que o Português afinal não deriva do latim!


Polémica! Origem da língua portuguesa em causa!

O epigrafista Carlos Castelo defende que o Português não deriva do Latim.
- E o que temos nós a ver com isso, Sãozinha? - perguntam vocês em coiro.
- Elementar, meus tolitos - respondo sendescendente (quem tenha filhos será condescendente).
É que, para aquele investigador, a base do idioma está na cultura megalítica, instaurada pelos Cónios, no Alentejo e no Algarve, cerca de 2300 a.C.
Os Cónios eram altamente cultos e possuíam escrita e idioma próprios.
Se querem saber mais sobre os vossos antepassados Cónios (e também sobre os Cónios da mãe e da tia), pesquisem.
Conclusão disto tudo? A língua portuguesa não foi criada para falar, e sim por e para os Cónios. E o Português é a Cunnilingus - a língua dos Cónios. Eça é que é Eça (que até escreveu sobre os Maias, que nem foram nossos antepassados, quando deveria ter escrito sobre os Cónios).
Se isto não é cultura, não sei o que é cultura!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia