03 novembro 2017

#máquinazero - Ruim

Eu gosto de ir a cabeleireiros rapar a pouca lã capilar que tenho. "Pffff, saíste-me cá um nilas, ó Ruim." Certo. Ter uma gaja a lavar-me a pinha e outra a mimar-me o pêlo é de roto. Ir ao barbeiro cheio de gajos musculados de barba a passarem a navalha molhada junto às beiças é que é à homem. Mas voltando à minha ex-namorada no congelador #vacafria, um gajo quando entra num cabeleireiro cheio da gajedo com rolos na cabeça a lerem a Hola! de 2006, é prontamente olhado de cima a baixo como se fosse uma criança a entrar numa casa de strip por engano, tipo "o que é que este está aqui a fazer?". Quando pergunto se cortam o cabelo a homens, parece que estou a pedir um bife da alcatra numa sapataria dado o olhar de admiração que me lançam. Mandam-me sentar, cochicham e chamam-me logo de imediato para me lavarem a cabeça. Ora, é por isto que eu venho aqui, sabiam? Há qualquer coisa de maternal em ter uma gaja a lavar-nos a cabeça. Ali fico eu. Regalado. "A temperatura está boa assim?" - perguntam. "Sim, mãe... quero dizer, sim está óptimo!". Adoro sentir aquelas unhas de gel cheias de bom gosto a massajarem-me as ideias. Encaminham-me para a cadeirinha, vestem-me o bibe apertadinho no pescoço e - mais que certo - perguntam-me como é que quero cortar o cabelo. Aquele que não tenho. "Olhe, faça-me uma mise! Perca a cabeça!". Não, f#da-se. Máquina zero. Elas até têm de olhar para a máquina a ver se o zero existe. Aproveito sempre para dar uma espreitadela à vizinhança e um ouvidinho à cuscovilhice do bairro, mas o cabredo muda logo o discurso quando sentem o odor a macho. Rata velha é rata velha #sabemmuito. No final, sacam daquele espelho retrovisor de cabeças e pincelam-me com pó de talco no cachaço. Na hora de pagar é novamente uma confusão, porque nunca sabem bem o que devem cobrar por terem efectivamente cortado o cabelo a alguém que vai sair dali diferente de como entrou.
O único problema dos cabeleireiros são as gajas. As que lá vão. Devia haver um cabeleireiro que não pudessem entrar gajas!

Ruim
no facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia