09 setembro 2017

«procuro palavras novas» - Susana Duarte

aquelas que ainda não versaste,
porque falsas são as palavras que dizes,
e negra é a alma
que escondes. atrás da serenidade azul
do teu espanto,
encobres as palavras velhas,
gastas e desusadas,
do amor
que afirmavas pelas ruas. procuro
palavras novas, onde
o teu nome não cabe,
porque é velho
o tecido das tuas mãos,
e inútil,
a afirmação do teu
"amor".

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia