14 julho 2017

#conismo - Ruim

No que toca a perceber os sinais de interesse de uma mulher, os homens dividem-se em dois grandes grupos: os que vêem sinais de interesse onde eles não existem e interpretam cada sorriso, olhar e gesto de boa educação como um convite para irem para a cama e os que não percebem os sinais de interesse feminino mesmo à frente dos olhos:
"Pssst. Aqui. Mete a tua língua AQUI. Beija... AQUI. Estou a apontar para a boca, nabo. PODES BEIJAR. Na boa, urso. Olha para mim a ir na tua direcção. Já mexi no cabelo três vezes a rir. Estou a olhar-te nos olhos e a lamber-me. Como é que não percebeste ainda? Tenho de arranjar um daqueles rapazinhos que estacionam os aviões com baguetes de pão luminosas e pô-lo no meio das pernas a indicar o caminho? Não está fácil. Mas quando é que ele se cala? Quando é que ele pára de fingir que é defensor dos direitos das mulheres e vegan e *bla bla bla* e me agarra?? OBJECTIFICA-ME, f#da-se. Podes, por amor de Deus, perder por momentos o respeito por mim e descobrires a que é que sabe a minha laringe, totalmente "contra a minha vontade"? Nada. Será que ele é gay e quer uma amiga? Só pode... não. Nenhum gay combinaria tão mal umas calças e uma camisa. Ele é só um conas com medo de c#nas. Desisto..."

Ruim
no facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia