03 novembro 2018

«Metamorfose» - Susana Duarte

a metamorfose dos olhos
reside na curva inesperada dos cílios

onde ficam as névoas e a claridade do olhar,
quando os olhos, mudos, se elevam pelos caminhos
silenciosos das mágoas antigas?

onde ficam as luzes e as quimeras,
quando as mãos [em fuga] navegam
as ausências dos olhares?

a metamorfose das maos
reside na curva inesperada dos seios,
nos lugares de ontem e na desocultação
do grito

as mulheres são olhares pousados
onde vivem os mistérios, senhoras que são das neblinas
e dos sortilégios

a metamorfose das mulheres é a demanda
feiticeira das paixões, e o grito sonoro
arrancado do peito

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia