13 janeiro 2018

Eva portuguesa - «Para sempre»

Não gosto menos de ti nem te quero menos desde que nos afastámos. Não deixei de pensar em ti ou de sonhar connosco. Apenas aprendi a controlar, a guardar e arrumar numa das minhas gavetas o que sinto por ti. Para estimar e reservar. Aquilo que conquistaste em mim, é teu e só teu. Só tu poderás voltar a tocar-lhe. Quando eu, tu e a vida quisermos. Não preciso de te esquecer. Nem quero. Vou só deixar de lado por agora tudo e tão pouco que vivemos. (Ou terei sonhado?). Mas acredito que um dia será diferente. Tenho que acreditar. Pensar assim ajuda-me a viver com a dor da tua ausência. Estou tranquila, calma. E se o destino quiser que nos voltemos a cruzar... que seja para sempre.

Eva
blog Eva portuguesa - porque o prazer não é pecado

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia