27 janeiro 2018

«tomei um café. lembrei-me de ti.» - Susana Duarte

tomei um café, e lembrei-me de ti.
na sala limpa de nuvens e de palavras,
sobraram pensamentos
onde impera a imagem,

a do teu sorriso,

a das tuas mãos que criam,

e que as notas de um violoncelo
quiseram alinhar entre os dedos
curvos
da minha mão.

lembrei-me de ti,
e não era a hora dos malditos,
ou a das quimeras.

era a hora vigésima quinta,
ou a das trepadeiras
e dos sonhos por inteiro.

tomei um café, e lembrei-me de ti,
vi-te por entre as manchas castanhas
de uma chávena - visão que se impõe
onde as palavras sussurram no corpo-
profundo e interior, o corpo-
e o desfazem por dentro
(o que fará a escrita na pele?).

tomei um café.
lembrei-me de ti.

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

Uma por dia tira a azia